domingo, 23 de maio de 2010

Como seduzir e encantar uma mulher na cama?




Primeira dica: a primeira coisa que os homens precisam saber sobre as mulheres em relação ao sexo é que as mulheres são diferentes dos homens! Todo mundo sabe que os homens e as mulheres são diferentes entre si anatomicamente mas o que muitos desconhecem é que o modelo de sexualidade feminino também é diferente do masculino. Na verdade é o seu oposto.

Enquanto o modelo masculino tem inicio com a excitação, que leva ao desejo que conduz finalmente à necessidade de intimidade, o modelo feminino inicia-se com a necessidade de intimidade, daí vai para o desejo para, por último, atingir o estágio da excitação.

Bem diferente não? E, sem dúvida, a causa de muitos desacertos e mal entendidos e razão do sucesso de livros como os Homens são de Marte e as Mulheres de Venus... Por isto mesmo consideramos importante tanto para os homens quanto para as mulheres reconhecerem estas diferenças e atuarem de acordo com ela. Afinal o prazer sexual é muito bom.

Segunda dica: Comunique–se


Em qualquer relacionamento a comunicação é essencial. Em um relacionamento sexual é vital. Falar o que sente, o que quer, o que gosta, o que não gosta, o que espera, o que deseja, o que curte etc, etc, etc! Acha difícil?. Bem vindo ao clube. A grande maioria das pessoas sente-se muito desconfortável e pouco à vontade falando neste assunto. Entretanto, se quiser DE FATO estabelecer um relacionamento sexual satisfatório e mutuamente prazeroso é fundamental que você crie condições para sua parceira explicitar seus desejos, vontades e limites  e dê a eles a devida atenção. Não se esqueça de expressar os seus. Seja franco. Se isto for difícil para você, diga para ela.

Mesmo nas relações transitórias tão comuns nesta época de “fiquei, fui” uma boa comunicação pode ser a diferença entre uma experiência positiva e uma do tipo “Que droga, podia dormir sem esta”!

Muitas pessoas acreditam que falar no assunto na hora pode cortar o barato. E R R A D O. Perguntar o que sua parceira gosta e escutar ela se expressando a respeito pode ser muito excitante. Pense nisto...

Ainda sobre comunicação: falando de sexo seguro

Se falar em sexo é difícil falar em sexo seguro é ainda mais. Mas nos dias atuais é crucial. Não saber o que e como vai rolar pode ser muito estressante e gerar ansiedade e expectativas negativas pouco favoráveis para gerar uma boa transa.

Antes de falar neste assunto com qualquer parceira estabeleça com muita clareza o que é aceitável para você. Conhecer bem os seus próprios limites vai ajudá-lo a se expressar melhor sobre eles. E se você acha que transar sem preservativo é como comer bala sem tirar o papel é hora de começar a rever seus conceitos. Afinal os riscos de contrair DSTs (doenças sexualmente transmissíveis) são crescentes em todo o mundo. QUE RISCOS VOCÊ ESTÁ DISPOSTO A CORRER? Após este papo ambos vão se sentir aliviados e o nível de confiança e entrega sexual vai ser muito maior.

DICA: Brincar é uma forma ultrapassar mais facilmente situações difíceis e embaraçosas . Uma forma pode ser através de um jogo no qual cada um se compromete a escrever (em relação a sexo):

a)   O que gosto ou gostaria de tentar...
b)   O que não gosto e não gostaria de tentar...
c)   O que não tenho certeza se gosto mas gostaria de tentar...

Ao compararem o que cada um escreveu vai surgir oportunidade para uma conversa sobre as preferências e os limites de cada um. E, por favor, não force a barra! Se um tópico for considerado tabu é tabu e pronto, não insista.Todo mundo gosta de ter seus limites aceitos e respeitados, inclusive você.

Próxima etapa: Conheça a anatomia feminina

A Vulva

Que homens e mulheres são diferentes não é novidade para ninguém mas muitos homens não sabem que as mulheres diferem de uma para outra em vários aspectos anatômicos:as vulvas (conjunto das partes externas da genitália da mulher que inclui os lábios externos e internos, a parte externa do clitóris, as aberturas da uretra e da vagina e o “monte de Vênus”) podem diferir muito em tamanho, formato e pigmentação

DICA: Não faça nenhum comentário comparativo ou depreciativo sobre o formato, tamanho, cheiro ou cor de uma vulva ou dos pelos que as protegem. Se quiser falar algo fale bem. ELOGIE. Se não, cale-se para sempre. As mulheres são tão sensíveis a respeito de suas vulvas quanto os homens em relação ao seu pênis.

O Clitóris

Se você almeja de fato ser um bom amante para qualquer mulher a primeira e mais importante informação sobre o tópico “anatomia” refere-se ao clitóris e ao seu papel fundamental na sexualidade feminina.

Aí meninos prestem muita atenção:o clitóris é o ÚNICO órgão do corpo humano que tem como ÚNICA função o prazer.(depois falam que as mulheres têm inveja do pênis...). Para isto ele dispõe de milhares de terminais nervosos e, como conseqüência, é muito, mas MUITO SENSÍVEL MESMO!

Portanto a palavra de ordem ao lidar com ele é delicadeza e leveza (mão, língua, vibrador, dedos, lábios ou seja lá com o que for que você queira tocá-lo a premissa é esta:muita suavidade). Seja gentil e ele vai retribuir sua atenção e gentileza com a melhor resposta sexual que uma mulher pode lhe dar.

Resumo da ópera, não faça com ele nada que não queira que ninguém faça com sua parte sexual mais sensível:o testículo!

Outra coisa muito importante sobre o clitóris e que uma parte considerável de homens desconhece ou tem dificuldade em entender: o clitóris é o principal responsável pelo orgasmo da maioria quase que absoluta das mulheres! Todo o resto do corpo feminino é mero coadjuvante e isto inclui a vagina e o famoso ponto G.

Assim sendo, se por acaso você é um daqueles homens que acha que sexo para a mulher tem a ver principalmente com penetração é hora de rever seus conceitos.

A penetração do falo na vagina provoca inúmeras sensações positivas e importantes nas mulheres mas, acredite, tem pouca relação com o orgasmo em si. A não ser quando, eventualmente, o ângulo de penetração possibilita a estimulação da parte inicial da vagina conhecida como G. Neste caso, pode até ampliar a intensidade do orgasmo e o grau de satisfação que uma mulher obtém com ele (orgasmo) mas raramente é o seu causador.

Caso você queira mesmo provocar orgasmos fantásticos e inesquecíveis em uma mulher dedique-se ao seu clitóris. Transforme-se em seu mais ardoroso adorador e devoto desvelando-se em atenções e cuidados.

DICA: Apesar da importância do clitóris na excitação e orgasmo da mulher uma das piores maneiras de abordar o assunto é ir direto ao ponto. Nunca, mas nunca mesmo e quando dizemos nunca queremos dizer EM NENHUMA HIPÓTESE toque a vulva ou o clitóris de uma mulher sem ter dedicado uma atenção razoável às partes superiores de seu corpo começando pela cabeça (rosto, olhos, faces, lábios, orelhas –atenção especial às orelhas - sem babar por favor-  experimente soprar levemente!) NUCA, MAMILOS, espaldas, torso, ventre, nádegas...(vale mordiscar de leve)  depois o céu é o limite. Começar por baixo, tipo colocar a mão diretamente no clitóris assim que chegam na cama, no sofá ou no banco do carro etc (você entendeu não?) é de péssimo gosto e piores resultados, pode crer!

A Vagina e o ponto G

Nunca é demais enfatizar que A VAGINA NÃO É A principal RESPONSÁVEL PELO ORGASMO FEMININO mas mera coadjuvante! Esta idéia foi repetida tantas vezes por tantos anos e por personalidades tão influentes (como Freud, por exemplo) que apesar de já ter sido refutada de forma definitiva ainda é prevalecente em muitos meios.

A vagina é um corpo retrátil que se expande e contrai quando é penetrada em relação direta com o grau de excitação da mulher. Por esta razão quanto maior a excitação da mulher no momento da penetração maior será o prazer do homem resultante das contrações vaginais no pênis o que é uma razão egoísta mas excelente para dar o melhor de si para excitar a sua parceira o máximo possível antes de penetrá-la. Assim, sem a menor sombra de dúvida, numa relação sexual com uma mulher a palavra de ordem é CLITÓRIS VOLVER!

Muitos homens já devem ter ouvido falar no famoso ponto G feminino muito provavelmente sem saber muito bem do que se trata. Se você for um deles não se preocupe, você não está sozinho. Muitas mulheres também não sabem.

Na maioria das mulheres o Ponto G fica na parte frontal da parede da vagina no máximo cerca de 5 centímetros para dentro da entrada e é o ponto no qual o tecido esponjoso que recobre a uretra se encontra com a vagina.

Este mesmo tecido esponjoso da uretra, quando devidamente irrigado pelo sangue, é o responsável pela ereção masculina, o que talvez torne o mecanismo de excitação do ponto G mais compreensível para os homens.

Este ponto pode ser estimulado com o dedo em um movimento parecido com o que uma pessoa faz quando chama alguém com o dedo, sem sair do mesmo lugar.

DICAS:

1-Nem todas as mulheres curtem a estimulação do ponto G por isto vale perguntar antes de dedicar seu tempo ao assunto.

2-Considerando a importância do clitóris no orgasmo feminino se você for do tipo de homem que curte sentir a mulher tendo orgasmo junto com você ou durante a penetração vale usar alguns recursos para facilitar o processo tais como um anel peniano com estimulador do clitóris ou algum tipo de vibrador.

3-A melhor maneira de estimular o ponto G é com o dedo, com um dildo de ponta curvada ou, na penetração, numa das seguintes posições: cachorrinho ou com a mulher por cima (lembre que a melhor posição varia para cada mulher, pergunte).

 O ânus.

A região do períneo e do ânus é bastante erógena por ser extremamente irrigada e possuir uma grande quantidade de terminais nervosos. Como nossa cultura é bastante preconceituosa em relação ao sexo envolvendo esta zona é bom perguntar antes de se aventurar pela mesma.

Algumas mulheres podem curtir explorações envolvendo a região enquanto outras vão se manifestar veementemente contra. Qualquer que seja o caso lembre-se que respeito é bom e todos vão se beneficiar se os respectivos limites forem levados em conta. Não insista nem se aborreça! Seja criativo e parta para outra área.

Caso ela se mostre interessada é bom lembrar que se trata de uma região extremamente sensível e que só deve ser abordada com o uso de bastante lubrificante (alguns especialmente formulados para esta brincadeira contém algum tipo de anestésico) e com a devida proteção (para maior informação leia a seção referente a prazer anal)

Se você curte ser tocado na região durante o sexo fale francamente a respeito. Caso sua parceira levante objeções (algumas mulheres pouco informadas confundem prazer anal com homossexualismo) esclareça que:
a)  O reto tem muitos terminais nervosos por isto é extremamente sensível a estímulos;
b)  O ponto G dos homens fica na glândula da próstata (que é alcançada através do reto);
C) Ser tocado no reto ou na entrada do ânus é muito prazeroso para você. PONTO parágrafo!

DICA:

1-Mesmo que uma mulher curta o sexo anal é muito provável que ela não se sinta à vontade para praticá-lo no começo de um relacionamento. Dê um tempo.

2- Se for o caso não se esqueça que a área é muito sensível e requer montanhas de lubrificante.

3- Existem alguns brinquedos especiais para esta área. São chamados de butt plugs ou esferas anais Caso sua companheira curta este lance vale acrescentar algum nas suas brincadeiras.

 Períneo

Entre a vagina e o ânus encontra-se o períneo que, nos homens, fica entre o saco escrotal e o ânus. Este ponto é muito sensível ao toque e portanto muito bom para estimular, tocar, acariciar, chupar, lamber ...

Por último (mas não por isto menos importante): O ORGASMO.

Muitas mulheres nunca tiveram orgasmos. Provavelmente porque não aprenderam ou porque acreditam, como muitas pessoas, que o orgasmo é resultado da penetração do pênis na vagina. Se você por acaso se relacionar sexualmente com uma destas mulheres e seguir atentamente as dicas anteriores talvez você seja o responsável pelo milagre de fazê-la atingir um orgasmo pela primeira vez!

Neste caso cuidado pois você poderá ser alçado à perigosa condição de divindade! Para evitar o assédio garantido dê para ela de presente um vibrador  Falando sério. Um vibrador é um presente maravilhoso para dar a uma parceira e vocês vão poder usar juntos para benefício mútuo.

Outras mulheres demoram bastante para atingir um orgasmo mesmo tendo sido estimuladas no clitóris antes da penetração. Se isto acontecer e você atingir o clímax primeiro, não se esqueça, POR FAVOR, de continuar estimulando o CLITÓRIS dela (com a língua, com o dedo ou com um vibrador) até ela chegar ao orgasmo.

Se usar o dedo ou um vibrador pode ser necessário um pouco de lubrificante para deslizar de forma mais confortável e suave (e não esqueça: o clitóris é muito sensivel portanto Mão LEVE!).

Caso seja uma mulher com a qual você tenha um relacionamento menos casual vale a pena investir em alguns brinquedos que estimulam o clitóris durante a penetração como os cock rings com vibradro. Isto vai garantir que ela tenha orgasmos sensacionais, junto ou até mesmo antes que você, sem que você tenha que trabalhar quando já esta querendo e precisando de um merecido repouso! Afinal você trabalhou (e se divertiu) para valer!

Por fim, lembre-se que existem muitos tipos de orgasmo, por isso não estranhe ou fique desapontado se achar que a sua companheira não teve AQUELE orgasmo: "Você quase não gritou hoje querida, não gozou”? O padrão orgástico varia muito e “leve” não quer dizer ruim nem insuficiente! Pergunte se ela está satisfeita e respeite a resposta, seja ela qual for, sem questionar. Não seja chato e lembre-se: as mulheres têm razões que a própria razão desconhece...

Boa sorte e divirtam-se! 

Vi Aqui!

Um comentário:

  1. HAHAHA demais...*_* Adooooooorei esse Blog...Bjinhussss

    ResponderExcluir