sexta-feira, 30 de abril de 2010

Os mistérios da Hipnose.


Hoje em dia, o termo hipnose é quase sempre mal interpretado, manchado pela negatividade, devido a informações distorcidas dos meios de comunicação, assim como pelo uso distorcido desse processo por "hipnotizadores" de espectáculos de variedades.
Na verdade, o estado hipnótico, é um fenómeno que acontece com todas as pessoas durante o dia, sem que as mesmas se apercebam. Entra-se num estado hipnótico, sempre que o "trânsito" da mente consciente abranda, dando espaço à mente subconsciente. Por exemplo, quando se faz algo automaticamente, como quando se está a conduzir, passa-se por determinado local, e mais à frente, a mente consciente diz-nos que "não se lembra de ter passado por ali". Ou por exemplo quando se entra profundamente na leitura de um livro ou na observação de um filme, sentindo como se estivesse a fazer parte do filme, ou identificando-se com a personagem do livro.
Sessão de Hipnose
A palavra Hipnose deriva da palavra grega Hipnos que significa Sono. Na verdade, o sono acontece quando a mente consciente abranda o seu ritmo, o que não significa que a pessoa perca a noção do que se está a passar. Algo fácil de perceber, por quem pratica meditação, como por exemplo, a meditação guiada onde são dadas sugestões.
Uma definição simples de hipnose pode ser:
Um estado aumentado de sugestão, acompanhado pela focalização numa ideia, pensamento ou pessoa.
É necessário deixar transparente quando se refere nesta definição "estado aumentado de sugestão", que uma pessoa em transe hipnótico leve (o estado onde se trabalha na Regressão com Reiki), somente aceita sugestões, que normalmente aceitaria, se não estivesse nesse estado.
O facilitador de Regressão com Reiki, tem sempre presente um elevado código ético e moral relativamente à pessoa que se submete a uma sessão de regressão.
Na Regressão com Reiki conduz-se a pessoa a um estado hipnótico muito suave (Estado Alfa) onde simplesmente se objectiva reduzir a actividade da mente consciente (através de relaxamento), passando a haver um predomínio da mente subconsciente; a pessoa não fica a dormir pois embora tenha a actividade da mente consciente limitada, sabe perfeitamente o que está a dizer mantendo-se sempre alerta e pronta para parar o processo se assim o desejar.
Relaxamento Profundo
Para um melhor entendimento do que é a hipnose, deve-se também compreender os mecanismos internos da mente no que diz respeito aos seus níveis distintos de actividade, conforme segue.


NÍVEIS DE CONSCIÊNCIA
A mente humana possui 4 níveis de consciência.
Quando acordamos de manhã, saímos da hipnose natural (alfa) para a consciência plena (beta); quando vamos dormir à noite passamos do estado beta (desperto) a alfa (ensonado) e daí para o sono (teta) e, mais tarde, para um sono profundo (delta) e novamente, para teta, alfa, beta e assim sucessivamente.


ESTADO BETA
Este é o nível desperto, da consciência completa e funcionamos nele cerca de 16 horas diariamente. Estamos aqui num estado de mente consciente.
Quando funcionamos neste nível, tanto a mente consciente como a subconsciente estão a funcionar, embora a consciente assuma um maior controlo do que se passa.
Consegue-se neste estado cerca de 25% do nível total de concentração possível.


ESTADO ALFA
Este é o nível com que se lida na hipnose e na regressão com Reiki e corresponde à mente subconsciente onde se consegue níveis de concentração na ordem dos 95 a 100%.
Neste estado atinge-se a hipnose - um estado natural da mente - não se estando a dormir mas perfeitamente consciente de que se está hipnotizado.
Aqui, os músculos relaxam-se completamente e pode-se mesmo sentir a sensação de que se está a flutuar, uma sensação de calor ou de aconchego; algumas pessoas sentem um peso no corpo.
Neste estado consegue-se aceder aos registos akáshicos, um tema a tratar em pormenor mais à frente.


ESTADO TETA
Este nível corresponde ao estado do sono entrando-se no estado da mente inconsciente.
Deixa-se claro que o termo consciente tem aqui o sentido de desperto e alerta e inconsciente de desacordado e desligado.


ESTADO DELTA
Este é o nível que corresponde ao sono profundo onde a mente inconsciente obtém o máximo de repouso e dura cerca de 30 a 45 minutos por noite.
Níveis da Consciência





Utilização da Hipnose
A hipnose é muito utilizada hoje para combater fobias, depressão, diminuir sofrimentos de pacientes terminais, problemas de amnésia, correção de vícios, preparação mental para os vestibulandos, tratamento de obesidade, práticas esportivas (ajudar jogadores a terem práticas positivas nos esportes, ou seja, não praticar coisas anti-esportivas como violência, xingamentos e etc.), procedimentos cirúrgicos, insônia, envolvimentos pessoais e várias outras utilizações. 
Figura referente a hipnose!Para alguém ser hipnotizado não basta apenas alguém chegar e hipnotizá-lo, o paciente deverá acreditar neste processo de hipnose e querer ser hipnotizado, lembrando que apenas profissionais especializados são recomendados para atuar neste processo. 




Aprenda como hipnotizar uma pessoa:





1° - TESTE DE IMAGINAÇÃO


Coloca-se o paciente em pé com os dois pés bem juntos, de costas para você explicando que trata-se apenas de um exercício, um teste de imaginação e que ele deverá prestar bastante atenção ao que você lhe está dizendo, você deverá falar calmo e com tom positivo. "Por favor, feche seus olhos e relaxe, feche seus olhos e relaxe, vamos iniciar um exercício de imaginação. Não deixe que outros sons te incomodem; você deverá prestar bem atenção somente ao que eu vou te dizer. Seus braços estão totalmente relaxados, seu braço direito, pense no seu braço direito totalmente relaxado, agora no seu braço esquerdo, pense no seu braço esquerdo totalmente relaxado. Você só poderá abrir os olhos quando eu tocar em sua testa." Continue dizendo em tom monótono e calmo: "Imagine agora que você esta em uma praia, uma praia tranqüila, com areias brancas e água azul, areia brancas e água azul, as ondas, a espuma das ondas, as ondas estourando na praia, uma praia tranqüila, com areias brancas e água azul. Imagine agora um barco, um barco que está sobre a água, e as ondas que balançam este barco, um barco sobre a água e as ondas balançando este barco. Se imagine dentro deste barco, em pé, se imagine dentro deste barco em pé, e as ondas que batem em seu casco, as ondas batendo em seu casco fazendo o barco sacudir, fazendo o barco sacudir muito, você em cima de um barco cujas ondas fazem ele sacudir muito, sacudindo para frente, para traz, sacudindo cada vez mais, sacudindo para um lado, para o outro, sendo muito difícil permanecer em pé pois o barco está sacudindo muito, cada vez mais." Continuar a repetir tais afirmações até o ponto em que o paciente, inconscientemente, comesse a se balançar. Toque então em sua testa suavemente e diga para ele abrir os olhos. Pergunte se está tudo bem e qual foi a sensação dele. 


2° - QUEDA PARA TRAZ.


Coloque suavemente as mãos sobre as costas do paciente, na altura dos ombros e inicie dizendo: "Estou colocando minhas mãos apoiadas nos teus ombros, imagine que elas são poderosos imãs, poderosos imãs que estão te atraindo, estão te puxando para traz. Não reaja, pois a força de atração é muito forte, quanto mais você reage, mais eles te atraem, mais eles te puxam para traz, não tenha medo, os imãs são muito poderosos e te atraem para traz, cada vez mais estão te puxando." Repetir tantas vezes quanto forem necessárias tais afirmativas, até que o paciente começa a pender para traz, quando então você toca suavemente em sua testa e ordena que este abra os olhos.


3- MOBILIDADE DOS BRAÇOS.


Coloca-se o paciente em pé com os dois pés bem juntos, de costas para você ou sentado, explicando que trata-se apenas de um exercício de relaxamento e imaginação e que ele deverá prestar bastante atenção ao que você lhe está dizendo, você deverá falar calmo e monótono, com tom positivo. "Por favor, feche seus olhos e relaxe, feche seus olhos e relaxe, vamos iniciar um exercício de relaxamento e imaginação. Não deixe que outros sons te incomodem; você deverá prestar bem atenção somente ao que eu vou te dizer. Seus braços estão totalmente relaxados, seu braço direito, pense no seu braço direito totalmente relaxado, agora no seu braço esquerdo, pense no seu braço esquerdo totalmente relaxado. Você só poderá abrir os olhos quando eu tocar em sua testa." Passe suavemente seus dedos ao longo do braço esquerdo do paciente e diga: "Pense agora somente no seu braço esquerdo, somente no seu braço esquerdo, imagine que ele esta muito leve, cada vez mais leve, muito leve, leve como uma nuvem, leve como uma nuvem branca e bonita e como teu braço está muito leve ele está se elevando, pois nele está amarrado um balão, em seu braço que está muito leve, está amarrado um balão, um balão muito grande e bonito, um balão muito grade e bonito que está levantando o teu braço, imagine que teu braço está levantando, não tente resistir, pois a força do balão é muito grande e ele levanta o teu braço, cada vez mais levanta o teu braço." Continue repetindo tantas vezes quanto forem necessárias tais afirmativas, até que o paciente comece a levantar o braço, quando então você toca suavemente em sua testa e ordena que este abra os olhos.


4° - LIGAÇÃO DAS MÃOS.


Coloca-se o paciente em pé com os dois pés bem juntos, de costas para você explicando que trata-se apenas de um exercício, que ele não deverá temer nada, que ele deverá prestar bastante atenção ao que você lhe está dizendo, você deverá falar calmo e com tom positivo. "Por favor cruze seus dedos com os braços bem esticados à sua frente, de forma que os dedos da mão direita estejam bem unidos aos da mão esquerda; agora vire a palma das mãos para frente, sem separar os dedos; coloco suas mãos sobre a cabeça, com os dedos o mais fortemente unidos. Feche seus olhos e relaxe, feche seus olhos e relaxe, você só poderá abrir os olhos quando eu tocar em sua testa; vamos iniciar um exercício de imaginação. Não deixe que outros sons te incomodem; você deverá prestar bem atenção somente ao que eu vou te dizer. Suas mãos estão totalmente unidas, contarei até cinco, e quando eu terminar, será impossível separar os dedos.
Nesse momento o paciente tenta soltar as mãos, sem sucesso, você toca suavemente sua testa, manda abrir os olhos e soltar as mãos. Caso algum paciente mesmo assim não consiga, você mesmo as soltará manualmente, dizendo que este resultado é totalmente normal.

Fonte:Aqui!

Nenhum comentário:

Postar um comentário